Home » Emagrecer com saúde » Dieta para colecistite

Dieta para colecistite

Dieta para colecistite

Uma dieta para colecistite é uma parte importante da prevenção e tratamento da doença. Segundo nutricionistas, a nutrição adequada na solução desse problema desempenha um papel importante.
O cardápio de uma semana ajudará a compreender a dieta terapêutica e a obter resultados sustentáveis ​​na forma de remissão da colecistite e a evitar o desenvolvimento da doença de forma crônica.

Prós de uma dieta para colecistite

Uma doença inflamatória da vesícula biliar é chamada colecistite. Devido a uma violação do fluxo de bile, causa um fenômeno inflamatório, a deposição de pedras na vesícula biliar.

O problema é generalizado entre populações de todas as idades, mas os jovens são especialmente afetados. Nutrição inadequada, lanches secos, refrigerante, álcool, provocam a doença.

Ao consumir alimentos pesados ​​para digestão, a carga no trato digestivo aumenta, a bile é produzida ativamente, mas sua saída é difícil, o que, por sua vez, leva à formação de areia e pedras na vesícula biliar. Para evitar esse fenômeno, é necessário que a saída da bile seja oportuna e sua consistência não seja espessa. Portanto, é importante monitorar sua dieta e tomar mais líquidos.

Além disso, a dieta é necessária não apenas no estágio de exacerbação, mas também permanece relevante no curso crônico desta doença.

Contras de uma dieta para colecistite
A dieta é bastante rígida e você deve escolher da lista de produtos permitidos, o que dificulta o cozimento. A necessidade de criar um cardápio diariamente e segui-lo causa alguns transtornos, pois os pacientes são limitados na escolha de pratos.

Produtos de alta qualidade geralmente são mais caros e o processamento adicional de alimentos, como purê de batatas, prolonga o processo de cozimento.